26 de mai de 2011

Preconceito nosso de cada dia II



Me deparei com o seguinte dilema:

Meu professor de teatro hoje perguntou: - Jenny você
como lésbica gostaria de ter um filho homos-
sexual? ( Olha que pergunta tensa )
Confesso, que não tive resposta para a tal
pergunta ( Passei por uma saia justa )
E vocês leitores (a) o que responderiam?
Um garoto que estava ao meu lado respondeu: 
- Professor eu sou homossexual, mas se um
dia tiver um filho quero que seja hetero ( Fiquei
chocada com a declaração )
Ele não quer um filho gay, como assim? É
mas não quer que o filho e familiares sejam ( Des-
cobri que o preconceito não é modalidade só dos
heteros )
Outro dilema que ninguém aborda é a questão
da distribuição dos kits nas escolas. Me
respondam o seguinte:
Vocês leitores (a) se fossem pais hete-
rossexuais dariam um kit de conteúdo LGBT
para o seu filho?
É uma das questões mais difíceis do governo
nos dias de hoje. Porque mesmo agindo
na pura boa intenção ( de diminuir o pre-
conceito e a violência ) soa um  pouco
de apologia. Alguns pais batem na
tecla que esse kit, vai servir de insen-
tivo  para crianças de 7, 8 anos acharem nor-
mal ser gay.
Ouvi uma mãe na escola do meu irmão, que
disse que o governo quer acabar com o
pudor e que em breve: tudo de errado vai
passar a ser certo. Minha mãe também per-
guntou: - Como vai por na cabeça de uma criança
de 4, 5 anos que existe homem com homem, e
mulher com mulher? ( Detalhe minha mãe é
evangélica )
Então esse é o preconceito nosso de cada dia,
podemos achar que somos extremamente li-
berais e ter a surpresa...que lá no fundo...
não somos.



23 de mai de 2011

Preconceito nosso de cada dia.



EXTRA EXTRA!

[SBT entra na história da Tv brasileira por
ser a primeira emissora a exibir beijo
lésbico.]


[Série adolescente do canal fechado Boomerang
terá personagem gay.]

[Preta Gil afirma ser bissexual.]

[Série de conteúdo lésbico estréia na grade
de programação do Multishow.]


[Single Born This Way de Lady Gaga vira hino
entre os homossexuais.]                       
                                                      
                                                                         Saiba mais

Essas são as últimas noticias presentes
nos meios de comunicação em geral ( rádio,
jornais, revistas e redes sociais ) Tudo
bem que estamos lutando pela liberdade
sexual e nossos direitos como cidadão
brasileiro, mas pera lá! Já está ficando chato!
Tudo agora é gay. Novela, filmes, seriados,
reality show.
Podem reparar que sites como O Fuxico,
Ego e Abril tem ficado carregado
de especulações. Que fulano é gay, beltrano,
que sicrana é lésbica basta! Já está
ficando apelativo. Nós estamos na moda, gay é
a nova fórmula da mídia para continuar enrri-
cendo e alienando bilhões de pessoas
no Brasil e no mundo.
Fico feliz com o avanço da nossa visibilidade,
acho positivo uma novela, um filme de
sucesso ter aquele personagem que nos
representa. Mas não necessariamente todas
as novelas precisam ter gays, lésbicas e
bissexuais para eu poder assisti - las.
Programas como Super Pop estão
se aproveitando da questão social
para se auto promover.
Meu amigo falou uma coisa certa: Só
por que ele é gay, não pode converssar
sobre outros assuntos? Futebol,
academia, carros virou exclusivi-
dade hetero?
Como ele alguns estão p... das pessoas
resumirem gay no estereótipo de
fresco, promíscuo,  que só gostam de
ouvir Madona e Lady Gaga. ( Eita!
Preconceito nosso de cada dia )
Aparecer essa não era pelo menos, a
minha intenção; respeito basta.

Continua...




21 de mai de 2011

Teste: Como anda seu relacionamento?



1. Você falou com o seu amor hoje?


a) Sim.
b) Não. Mas pensei em ligar.
c) Não. Nem senti falta.
d) Sim. Ela que me ligou.


2. Quando o seu celular toca e é sua noiva/namorada você:


a) Fica feliz e atende toda boba com o '' Oi vida! ''
b) Atende e dá uma desculpa, diz que está ocupada e liga depois.
c) Deixa tocar.
d) Atende ouve tudo o que ela tem a dizer, afinal é sempre bom
falar com o seu amor.


3. A quanto tempo vocês não saem juntas?


a) Saímos sempre.
b) Faz uns dois meses.
c) Perdi as contas de quando foi a última vez que saímos.
d) Saímos quando dá.


4. Quando você está em uma roda de amigos e o assunto é 
relacionamento logo:


a) Você participa do assunto, e faz questão de falar que tem a namo-
rada perfeita.
b) Prefere não participar do assunto.
c) Começa a reclamar e expor os problemas da sua relação.
d) Resume sua vida amorosa em '' boa relação ''.


5. Costuma pensar em sua companheira:


a) Em todos os momentos como a mulher da sua vida.
b) Como amiga.
c) Como alguém que de uns tempos para cá, vem atrapa-
lhando a sua vida.
d) Apesar do desgaste, como uma pessoa especial.


6. A quanto tempo você não diz que a ama?


a) Digo que a amo sempre.
b) Faz uns dois meses.
c) Perdi as contas da última vez que disse.
d) Ela quem diz. Por ser mais romântica que eu.


7. Já a traiu?


a) Jamais!
b) Sim. Mas se arrependeu.
c) Sim.
d) Não. Mas já pensou em trair.


8. Você e sua namorada na cama:


a) Fazem aquele amor gostoso. ( Freqüente )
b) Tem um tempo que você não a procura sexual-
mente.
c) Vira cada uma para um lado e dormem.
d) Apesar do desgaste, ainda rola sentimento.


9. Responda com sinceridade: Qual nota você dá para o
seu relacionamento?


a) 9
b) 5
c) 1
d) 7


Conclusão

A maioria a - Parabéns! Você está super feliz
no amor. Encontrou a pessoa certa e está satisfeita
com ela. Você é dessas que acreditam no amor, em
casamento, ter filhos com a pessoa que escolheu
para amar.

A maioria b - Acho que você precisa rever seus
conceitos e descobrir, o porquê está ou continua
com essa pessoa?
Pelo que respondeu a melhor saída, é não
brincar com os sentimentos de outra pessoa. Até
mesmo com os seus. Não faz bem ficar presa em
uma relação que acabou ou esqueceu de começar.

A maioria c - Sem chances! Acabou. Se você
não terminou oficialmente por falta de
coragem, ligue adora ou se ela estiver do
seu lado diga '' Chega! Não existe mais
amor ''.
Na situação que vocês se encontram, nenhuma
vai sofrer. Acredite! Vai ser um alivio para
ambas as partes.

A maioria d - Apesar do desgaste seu relacio-
namento mantem a chama acesa. Você
e sua companheira só precisam de
um chá de animo, pois há esperança quando
se existe amor. Não desanime! Dê
mais valor a pessoa que está ao seu lado.




Repasse esse teste.










18 de mai de 2011

Nacionalidade: Brasil


Foi aprovado no dia 06 de maio
de 2011, o direito de União
Civil entre pessoas do mesmo sexo
( como diz as revistas ) Decisão
tomada pelo STF ( Supremo
Tribunal Federal )


Bastou uma mulher no poder para
acontecer a maior evolução do século. Uma
com coragem o suficiente para detonar
os padrões imposto dos governos
antepassados. Governo machista
que manteve o poder do Brasil desde
seu descobrimento.
Dilma não só olhou o caso com sensibi-
dade, como lutou em busca de forças
para faze - lo virar realidade.
A anos que a União Civil para nós
casais do mesmo sexo, era plano esqueci-
do no fundo de gaveta. Nenhum
homem, iria passar por cima da sociedade
'' correta '' para brigar a favor de algo
que ele acha '' doença ''. É preciso mais do
que o exército nas ruas para combater
o tráfico, é preciso mais do que a farmácia
popular para auxiliar na saúde pública.
Foi preciso uma mulher para apontar o que
estava errado, para olhar como ser humano
sem pensar no bolso, para por na cabeça
dessa nação que somos todos iguais.
Foi preciso ser presidenta para 
peitar o religioso e coloca - lo no seu
devido lugar. 

Para nós homossexuais termos
orgulho de preencher o currículo ao
  colocar Brasil como nacionalidade.




17 de mai de 2011

The Real L Word



Momento seriado e senso de humor para
quem acompanhou os textos anteriores.
Falando em série, estava revendo os
episódios de The Real L Word e
bateu saudade. Saudade e curiosidade...
Lembram que essa série era com
mulheres reais? Então, eu queria
saber qual delas vocês se identificaram.
Antes de eu revelar a minha preferida,
vou falar um pouco mais para aos
que nunca assistiram.
O seriado é a versão real do famoso The L
Word que chegou ao fim após sua
sétima temporada. O GNT reprisou os
nove episódios no meio de 2010. 
Me lembro que foi febre nos sites,
blogs, fóruns de  conteúdo LGBT.
Como L Word o Real foi esquecido, poucas
pessoas, continuam a procura de novidades
de ambas franquias. Apenas o site
oficial tenta atualizar, o que para outros
não se tem mais nada a acrescentar.

( Fonte: minha autoria )

Dos diferentes tipos de mulheres
abordados na série, me identifiquei com
a Witney. Pois acho ela legal, é masculina
e fofa igual a mim, além de passarmos
por situações parecidas quando o
assunto é garotas.
Parte da minoria que assistiram os depoi-
mentos dela, acharam que era de propósito.
Que ela magoava as meninas para bancar
'' o cara ''.
Discordo! Witney apenas não queria
um relacionamento fixo e as meninas com
quem saía pensavam o contrário. 
Nós duas temos boa intenção, pode não
parecer mas nos preocupamos com as '' iludidas ''.
O único erro que cometemos é: insistir na
tese que dá para amar mais de uma pessoa. E
amar sem descobrir a fórmula de como man-
ter a pilha de '' rolos '' de pé.


É ou não é perfeita?

Assistam e baixem os episódios completos: The Real L Word

15 de mai de 2011

Pretty Little Liars




Estreou no canal a cabo Boomerang
no dia 30 de março. Porém na
internet já estava disponível os episódios
da primeira temporada. Como não tenho
banda larga, pois eu sou pobre (** brincadeira )
assisto todas as quartas às 20:00 pela televisão
Posso dar os parabéns para a emissora, porque
o Boomerang só pegava série: humor didático,
romance forçado ou putaria de uma adoles-
cente americana (** desculpem o troca-
dilho ) resumindo: mundo hetero.
Pretty Little Liars chegou para mudar a
grade de programação, mas com o seu diferencial.
Já foi comprovado a pouco tempo de trans -
missão que ela não é, uma série apelativa e tampouco
apológica. A temática abordada é adolescente, 
porém com um leve toque do diferente, do novo
da descoberta. 

Resumo

São quatro amigas tentando desvendar
a morte da melhor amiga delas a Alisson. Mas
no decorrer das investigações, uma das
quatro passa a ter dúvida sobre sua sexualidade.

Recomendo! De 0 à 10 dou nota máxima e indico a
todas as idades dos 12 à você sapa casada de
30 anos. É uma das melhores séries após Skins, e ao
Boomerang 10 pelo horário e por não censurar as
cenas de beijo das meninas.


Entrem no site e assistam: site oficial.

Se conseguir baixar me avisa!
  

1 de mai de 2011

Papo de mãe III

( Tia maldosa e falsa ) - O sonho de toda mãe, é ver sua filha
bem casada. Com um homem rico, bonito, rico de novo. ( risi-
nho ganancioso )
( Mãe ) - É ainda mais um príncipe desses.
( Tia maldosa e falsa ) - Pena que a Jéssica não pode casar com
um príncipe desses. Já pensou?!
( mãe ) - É por que quem mandou o príncipe não ser brasileiro
né?
( Tia maldosa e falsa ) - Não a questão é quem mandou ela ser
sapatão.
( Mãe ) - ...



( Eu ) - Adam Lambert! ( me rasgando em frente a tele-
visão )
( Mãe ) - Isso é uma aberração dos infernos.
( Eu ) - Não mãe é Adam Lambert.
( Mãe ) - É uma bichinha! Seu pai que é homem de verdade.
Homem que é homem não fica chorando por ai. Seu pai
por exemplo: só chorou duas vezes na vida.
( Eu ) - É? Me conta.
( Mãe ) - Uma quando o Fusca saiu de linha e outra quando
falei que estava grávida.
( Eu ) - ...



( Mãe ) - Viu seu primo Romolo como cresceu?
( Eu ) - Vi.
( Mãe ) - Viu como ele melhorou? Tirou o aparelho, o
rosto ficou sem espinhas.
( Eu ) - Vi. E é uma pena.
( Mãe ) - Pena por quê? Por que ele é seu primo?
( Eu ) - Não. Pena porque ele é homem mesmo.
( Mãe ) - ...




| Fim |