18 de abr de 2011

PROJETO #eusougay



Iniciativa bacana do Manual d@ cafajeste
Para nós da blogosfera nos unirmos
por uma boa calsa. Somos
todos amigos, sem competições
a união faz a força. Precisamos
de aliadas (o) para crescer
em um mundo chamado '' blogosfera ''
Unidos seremos muitos e
com esse pensamento, daqui a
5 anos o preconceito será
lenda para boi dormir. Mas
se nós LGBTs ficar marcando
gols contra a nós mesmos, vamos
nos deparar com casos identicos
ao de Adrielle todos os dias.
O CDF está arrecadando fundos, mas
não de dinheiro. Nós não queremos
carro do ano, perfumes, nem roupas
de marca apenas o seu respeito,
o seu amor, a sua senssibilidade. Não
precisa ser gay, para nos apoiar basta estar
cansado de tamanha violência. Conto
com vocês povo brasileiro.

 
Adriele Camacho de Almeida, 16 anos, foi encontrada morta na pequena cidade de Tarumã, Goiás, no último dia 6. O fazendeiro Cláudio Roberto de Assis, 36 anos, e seus dois filhos, um de 17 e outro de 13 anos, estão detidos e são acusados do assassinato. Segundo o delegado, o crime é de homofobia. Adriele era namorada da filha do fazendeiro que nunca admitiu o relacionamento das duas. E ainda que essa suspeita não se prove verdade, é preciso dizer algo.
Eu conhecia Adriele Camacho de Almeida. E você conhecia também. Porque Adriele somos nós. Assim, com sua morte, morremos um pouco. A menina que aos 16 anos foi, segundo testemunhas, ameaçada de morte e assassinada por namorar uma outra menina, é aquela carta de amor que você teve vergonha de entregar, é o sorriso discreto que veio depois daquele olhar cruzado, é o telefonema que não queríamos desligar. É cada vez mais difícil acreditar, mas tudo indica que Adriele foi vítima de um crime de ódio porque, vulnerável como todos nós, estava amando.


Sem conseguir entender mais nada depois de uma semana de “Bolsonaros”, me perguntei o que era possível ser feito. O que, se Adriele e tantos outros já morreram? Sim, porque estamos falando de um país que acaba de registrar um aumento de mais de 30% em assassinatos de homossexuais, entre gays, lésbicas e travestis.
E me ocorreu que, nessa ideia de que também morremos um pouco quando os nossos se vão, todos, eu, você, pais, filhos e amigos podemos e devemos ser gays. Porque a afirmação de ser gay já deixou de ser uma questão de orientação sexual.

Ser gay é uma questão de posicionamento e atitude diante desse mundo tão miseravelmente cheio de raiva.

Ser gay é ter o seu direito negado. É ser interrompido. Quantos de nós não nos reconhecemos assim?

 
Quero então compartilhar essa ideia com todos.


SEJAMOS GAYS.

 Independente de idade, sexo, cor, religião e, sobretudo, independente de orientação sexual, é hora de passar a seguinte mensagem pra fora da janela: #EUSOUGAY


Para que sejamos vistos e ouvidos é simples:
1) Basta que cada um de vocês, sozinhos ou acompanhados da família, namorado, namorada, marido, mulher, amigo, amiga, presidente, presidenta, tirem uma foto com um cartaz, folha, post-it, o que for mais conveniente, com a seguinte mensagem estampada: #EUSOUGAY
2) Enviar essa foto para o mail projetoeusougay@gmail.com


3) É só

Todas essas imagens serão usadas em uma vídeo-montagem será divulgada pelo You Tube e, se tudo der certo, por festivais, fóruns, palestras, mesas-redondas e no monitor de várias pessoas que tomam a todos nós que amamos por seres invisíveis.
 A edição desse vídeo será feita pelo Daniel Ribeiro, diretor de curtas que, além de lindos de morrer, são super premiados: Café com Leite e Eu Não Quero Voltar Sozinho.


Quanto à minha pessoa, me chamo Carol Almeida, sou jornalista e espero por um mundo melhor, sempre.


As fotos podem ser enviadas até o dia 1º de maio.


Como diria uma canção de ninar da banda Belle & Sebastian: ”Faça algo bonito enquanto você pode. Não adormeça.” Não vamos adormecer. Vamos acordar. Acordar Adriele.


— Convido a todos os blogueiros de plantão a dar um Ctrl C + Ctrl V neste texto e saírem replicando essa iniciativa —





Créditos para Carol Almeida.



PROJETO #eusougay merito aos blogs que repassaram essa homenagem.


Essa é a minha foto, espero que gostem! Fiz com muito
carinho e orgulho. Espero que mais pessoas
façam o mesmo, pois é uma atitude muito bacana
Creio eu que mais afrente, possa contribuir para mudar
o mundo. Estou vendo em outros blogs o texto
obrigada os que vestiram a camisa. Estamos
unidos sempre! Conte comigo caros
leitores, e futuros parceiros de
campanhas.



16 de abr de 2011

Selo de qualidade.






Peço desculpas a minha amiga e blogueira
Akira. Pois  recbi esse selo a um tempo,
porém antes não sabia responder as
questões sugeridas por ela.
Estou grata pelo carinho, espero não ter
lhe chateado. Mesmo com o atraso espero
que leia e entenda o meu pedido de
desculpas, o A toca é sempre bem vindo. Sinto
sua falta na caixa de comentários, eles
faziam eu crescer a cada dia.


Como nada é de graça tive que passar por umas regras:

1. Passar o selo a 15 blogs e avisar
2.  Responder as perguntas abaixo ( na caixa de comentários )


Nome: Jenny, mas prefiro ser chamada de Dicliife
Uma música: Não estou pronta para perdoar ( Wanessa Camargo )
Humor: depende de que horas eu acordo.
Uma cor: Lilas
Uma estação: primavera
--------------------------
Um seriado: Skins 3ª temporada
Frase e/ou palavra mais dita por você: E ai
tá boa?! Estou melhorada.
O que achou do selo: Fico grata pelo carinho.


Os indicados:

15 de abr de 2011

Os dois lados da moeda ( Duda de Malhação II )




Como eu minha amiga ficou
'' frustrada '' com o desfecho:
Duda começou a namorar mais
um dos milésimos '' loirinhos '' de
Malhação.
Na moral esse deveria ser o plano C
do autor no caso de rejeição ou
'' queda significativa do ibope ''. Acho
que a novela perdeu a única
oportunidade, de repetir o sucesso
do tema HIV abordado em 1999.
Por ser adolescente o plano B
seria bissexualidade, foi o que eu
e uma '' legião '' de meninas
pensaram. O
autor fez gol contra e sabotou a
'' própria novela '' dando o
ponto ao Bolsonaro, deixando um
personagem '' forte ícone teen ''
sem utilidade.
Não sei a reação da atriz em relação a
mudança '' brusca '' de sua perso-
nagem, o que posso afirmar é:
que eu em seu lugar, ficaria arrasada
ao perder a chance de tentar abrir a
cabeça alienada de 2,5 biliões
de telespectadores brasileiros.


Obs: A escola '' Opção '' abordada pela '' novela ''
parece proibir a entrada de alunos (a)
homossexuais. Assim como a de antes
Múltipla Escolha.

A afirmativa acima está certa? Sim (X) ou Não (  )


Os dois lados da moeda ( Duda de Malhação )




Entra ano e sai ano e a '' novelinha ''
Malhação ganha uma '' nova ''
temporada. Sempre com os mesmos
padrões desde 1995 com temas
'' amigas e rivais '' e '' roubando o
namorado da popular ''. Com problemas
desgastados como: uso de drogas,
gravidez na adolescencia e brigas de
pais e filhos.
Esse ano o autor de Malhação, criou
uma personagem que até então
eu estava apostando todas as
fichas. A Duda interpretada pela
atriz iniciante Nathalie Jourdan era
a adolescente que estava faltando.
Na primeira vez que a vi foi no
comercial, mas foi questão de
segundos tão rápido que
achei que fosse um menino tipo '' Fiuk''.
A segunda, foi quando minha
amiga me ligou desesperada:  Sapatão
bota no 4! ( Amiga gritando )
 Ai meu ouvido! ( Eu puta com o grito )
 Bota! Tem uma bofe linda na Malhação.
( Ela aos berros )
 Vai! Isso dá cadeia. Fica fumando maconha!
( Eu não acreditando )
 Custa botar no 4? ( Insistiu a passiva )

Pus no 4 e confesso que tomei um grande
susto. O menino do comercial é menina,
e atende pelo apelido de Duda
caros (a) leitores (a) vocês não imagi-
nam a '' festa '' que eu fiz por mais
uma vitória do nosso mundo.
Eu empolgada com a '' suposta ''
lésbica teen, passei a acompanhar a
novela e vi que não era bem assim.
Estava muito '' liberal '' para ser
verdade! Como tudo na
Globo e na vida, Duda tem seus
dois lados da moeda:


Cara

Duda é '' A quebra padrão '' A Globo ousou
na sua '' novelinha '' destinada a patricinhas
desmioladas. Colocar uma '' menininho ''
correria o risco de queda no ibope, ponto
para o autor que ultrapassou a barreira
do medo e da censura.
Duda quebra a regra de roupas
de menino e de menina, graças a ela passei
a usar camisa gola V e bermudão sem
minha mãe falando no meu ouvido. Na
rua os olhares amenizaram, o '' povo '' acha
que é moda da garota da novela.


Coroa

Ao mesmo tempo que o autor ousou,
ele pisou em ovos na seguinte questão:
A novela é exibida em horário nobre,
horário que as crianças de 8 à 11 anos e
adolescentes de 12 à 16 anos chegam da
escola certo? A maioria dessas crianças e
adolescentes assistem Malhação, e se os pais
proibissem seus filhos de assistir alegando
'' apologia a homossexualidade a menores
de idade? '' O autor para não segurar 
esse '' pepino '' mudou o rumo da
personagem colocando para
namorar '' menino '' o que ficou
'' tosco '' pelo fato dela andar,
falar, se vestir e agir feito um.

Continua...



12 de abr de 2011

Não deixe o amor passar.



Quando encontrar alguém e esse algúem fizer seu coração parar
de funcionar por alguns segundos. Preste atenção: pode
ser a pessoa mais importante da sua vida. Se os olhares
se cruzarem e nesse momento, houver o mesmo brilho
intenso entre eles. Fique alerta: pode ser a pessoa
que você está esperando desde o dia em que você
nasceu. Se o toque dos lábios for intenso. Se o
beijo for apaixonante, e os olhos se encherem de
água nesse momento. Perceba existe algo mágico
entre vocês. Se o primeiro e o último pensa-
mento do seu dia for essa pessoa. Se a
vontade de ficar juntos chegar a apertar o
coração. Agradeça: Deus te mandou um pre-
sente o amor.
Por isso preste atenção nos sinais - Não
deixe que as loucuras do dia - a - dia o deixem
cego para a melhor coisa da vida: o amor.


 ( Carlos Drummond de Andrade )





7 de abr de 2011

Nomes de bebês



A cada relacionamento que eu
entrava, antes mesmo de completar
1 mês eu falava de filhos.
Sabe como é nossos relacionamentos,
conheceu na quinta, namora na
sexta e cada no domingo. [\risos]
Meu sonho e acho que de
toda mulher, independente de
orientação sexual é ter um filho.
Construir família com seus
parceiros. Comigo, a cada
relação que eu chamo de '' fixa '',
a briga é sempre a escolha
do nome do '' futuro '' bebê. Cada
ex namorada tinha seus nomes dos
'' sonhos '' e eu os meus tradicionais.

Nomes escolhidos por mim:

Menino - Matheus, Isaac ou Daniel Lucas.

Menina - Luíza, Eduarda ou Antónia.

Ex namorada (1)

Menino - Felipe.

Menina - Ana Cláudia.

Ex namorada (2)

Menino - Nicolas.

Menina - Manuela.

Ex namorada (3)

Menino - Breno ou Enzo.

Menina - Gabriela.

Ex namorada (4)

Menino - Carlos Adriano.

Menina - Jordana.

Ex namorada (5)

Menino - Leonidas.

Menina - Mariana.

Namorada atual:

Menino - Davi Miguel.

Menina - Marina Caroline


É ou não é uma briga? E o pior: briga essa
sem fim. Eu não abro mão dos meus
nomes, nem elas abriam dos
delas. Eu e minha atual, estamos
negociando a troca de Marina
Caroline por Luíza. Já é
alguma coisa. [\risos]




Sem querer, acabei montando uma lista de nomes, de
bebês.
Para os '' futuros '' papais e mamães que encon-
trarem, esse arquivo no google sintam - se
avontade para colocar, se gostar de algum nome
no filho (a) de vocês.

4 de abr de 2011

16 a idade das escolhas.




Na minha época, as pessoas de sexualidade
diferente era raro. E naquela época, a
minoria que tinha eram de pessoas
de mais idade.
Geralmente, os homossexuais da década
passada eram aquela tia solteirona
com 40 primaveras, ou aquele tio educado
que cruzava as pernas nos churrascos de
domingo.
Não havia informação do porque eles
eram assim, só falavam que eram a ovelha
negra da família. Ou como minha mãe
dizia: a parte podre.
Nos dias atuais, eu noto uma mudança extra-
ordinária na liberdade sexual. Para
ambas orientações: homossexual e
heterossexual.
Isso foi devido, a liberdade dos meios de
comunicações como: rádio e televisão. O
surgimento da Internet, fez com que
diversos padrões impostos ao longo dos
séculos, fossem rompidos.

Vejo hoje, meninas de 12 para 13 anos
com suas respectivas namoradas na porta
da escola. Vejo meninos, da mesma faixa etária
sonhando em construir família; com seus
respectivos namorados.
Muitos desses adolescentes, afirmam que é
apenas uma fase ou curiosidade.
A bissexualidade, veio para tirar o peso da
responsabilidade do adolescente de
ser, e dos pais de terem um filho (a)
homossexual. 16 é a idade das
escolhas para tudo: para estilo musical,
de se comportar, de se vestir e etc.
Para a orientação sexual também! É
após os 15 que descobrimos, o
que mais nos atrai: homem ou mulher?
O apetite sexual começa a aflorar, e
não adianta você gay ou lésbica
tentar esconder.
Ignorar, achar que é mais uma fase, tentar en-
contrar formas de tirar da cabeça. Aprenda
                                                        uma coisa:                                                            
 
'' Agente pode enganar os outros. Mas nunca a nós mesmos ''. ( Anónimo )


| Até a próxima |




3 de abr de 2011

Responda IV

O sucesso Responda está de volta, com a
sua 4ª parte. São perguntas feitas por mim;
respondidas por vocês leitoras. através dos
comentários.
 
a ) Nise Palhares ou Maria Gadú?
 
b ) BBB ou A fazenda?
 
c ) Hineken ou Devasa?
 
d ) Possessiva ou ciumenta?
 
e ) Luz acesa ou apagada?
 
f ) Cabelo curto ou cumprido?
 
g ) PT ou PC do B?
 
 
   | Colaborem! |

Um louco apaixonado.




Faz parte do meu show, cantar, viver a vida; em
um mundo onde os desconhecido é o que
agente quiser.
Onde não ligamos para os sem valores, onde
inventamos gentilezas.
Faz parte do meu show, te provar que nem
tudo que brilha: é riqueza. O
ponto da luz das estrelas, ilumina a
luz dos que não tem mais luz. Luz de espírito;
o que é careta virou moda.
O meu modo de ver e o seu em nosso mundo
particular, virou propaganda de tv. Os
diferentes ganharam espaço.

Sempre tenho razões para amar. ( Jenny Dicliife )


'' O amor existe, gosto de sentir o gosto, de como
me faz feliz em uma manhã sem sol. De
como penso na pessoa que amo e meus olhos
brilham. O erro do ser humano é ficar armado
para o fim, e deixar passar a delicia do momento ''.
( Cazuza )


Para um alguém especial:





| Até a próxima |