4 de abr de 2011

16 a idade das escolhas.




Na minha época, as pessoas de sexualidade
diferente era raro. E naquela época, a
minoria que tinha eram de pessoas
de mais idade.
Geralmente, os homossexuais da década
passada eram aquela tia solteirona
com 40 primaveras, ou aquele tio educado
que cruzava as pernas nos churrascos de
domingo.
Não havia informação do porque eles
eram assim, só falavam que eram a ovelha
negra da família. Ou como minha mãe
dizia: a parte podre.
Nos dias atuais, eu noto uma mudança extra-
ordinária na liberdade sexual. Para
ambas orientações: homossexual e
heterossexual.
Isso foi devido, a liberdade dos meios de
comunicações como: rádio e televisão. O
surgimento da Internet, fez com que
diversos padrões impostos ao longo dos
séculos, fossem rompidos.

Vejo hoje, meninas de 12 para 13 anos
com suas respectivas namoradas na porta
da escola. Vejo meninos, da mesma faixa etária
sonhando em construir família; com seus
respectivos namorados.
Muitos desses adolescentes, afirmam que é
apenas uma fase ou curiosidade.
A bissexualidade, veio para tirar o peso da
responsabilidade do adolescente de
ser, e dos pais de terem um filho (a)
homossexual. 16 é a idade das
escolhas para tudo: para estilo musical,
de se comportar, de se vestir e etc.
Para a orientação sexual também! É
após os 15 que descobrimos, o
que mais nos atrai: homem ou mulher?
O apetite sexual começa a aflorar, e
não adianta você gay ou lésbica
tentar esconder.
Ignorar, achar que é mais uma fase, tentar en-
contrar formas de tirar da cabeça. Aprenda
                                                        uma coisa:                                                            
 
'' Agente pode enganar os outros. Mas nunca a nós mesmos ''. ( Anónimo )


| Até a próxima |




Um comentário: