10 de mai de 2010

basta



O assunto que vou abordar é um
pouco sério até meio grave .

É sobre o  Descontrole emocional , que
a maioria dos casos , com a rôtina do dia - a - dia
passa despecebido pela nossa sociedade .
O descontrole vem quando agente  não
sabe o que fazer , numa determinada situação .
A pessoa descontrolada entra no famoso e perigoso
desespero , assim tomando atitudes fora
do seu normal .
Isso é só com o descontrole , o descontrole
emocional é uma  doença , pois é a
constância do descontrole , o emocional está
afetado " gerando : crises de choro , agressividade ,
ciumes extra - fortes " .
Não a pessoa que tem essas crises separadas não
é louca! , só precisa de tratamentos psicológicos e
de  auxílio dos amigos e familiares .
Vou contar um caso para vocês leitoras entenderem :

Uma amiga minha a B conheceu a M
no início do namoro tudo era flores ,
até que um dia fomos nós 3 ao cinema ;
Percebi que M tratava B como se fosse
sua propriedade , fiquei quieta pois
elas duas se amavam . Pra mim
era só impreensão , ou sei lá! , normal pois
é muito linda .
Com o passar do tempo B evitava
sair de casa , perdeu contatos com os amigos ,
excluíu o orkut , o mundo dela se resumiu a M .
Na época eu fui na casa dos pais dela e sua irmã
me contou que B passou a ser controlada pela
namorada . O ciume era nitido! , ela alegou que
M discutia e perdia com facilidade a
paciência chegando a empurrar e levantar a
mão pra B . A conclusão é que muitas
meninas passam e passaram por isso ;
Minha amiga B demorou anos para
entender que as atitudes de M
não eram normais , que apanhar
não é sinônimo de amor e menos ainda
de felicidade " M me dizia após a briga :
desculpa cara! , não acredito que fiz isso! ,
eu te amo " . B com pena se rendia ao
choro cinico da agressora .
A todas as fanchas só dou uma dica : basta! , chega de
se humilhar , quebre as algemas , você é livre!
( se respeitem , violêcia não está com nada ) ,
se sua parceira te agride procure alguém
não tenha vergonha , conte mais rápido
o seu problema .
Você é ser humano denûncie ( vista a
camisa , diga não a violência doméstica )

Esse é um apêlo da Dicliife .

Deixo bem claro que apesar da
história ser " real " , os nomes citados
são ficticíos . E outra coisa para falar
sobre o assunto abordado eu tive que
pedir a minha amiga . Se a história
for para blogs alheios podemos recorrer .

[ até a próxima postagem ]


Nenhum comentário:

Postar um comentário